.


Aos novos mestres

        Pedro, André e Nenê. Os três primeiros mestres reconhecidos por mim, na minha escola.
        Estou muito feliz. Realizado.
        Poucas situações na capoeira podem ser comparadas com essa oportunidade que eu tive de reconhecer o que da parte de vocês já é patente há algum tempo.
        Eu me lembro da primeira vez que presenciei meu mestre fazer um reconhecimento dessa categoria na “Movimentos”, escola de capoeira da qual sou oriundo. Aliás, para quem gosta ou precisa de comparações (o que não é o caso de vocês), eu poderia até usar esse acontecimento como referência:
        Foi em 1992, portanto a “Movimentos”, que foi fundada um 02/10/1982, existia há 10 anos. O Grupo Capoeira Santista existe há 11 anos.
        Meu mestre, que é nascido em 07/08/1956 e começou a praticar em 1974, tinha 36 anos de idade e praticava há 18 anos na época. Eu tenho 42 de idade e estou no 24º ano de prática.
        Por seu turno, quem merecidamente estava recebendo tal reconhecimento tinha 23 anos de idade e praticava capoeira há nove anos. Vocês três já passaram dos 30 de idade e possuem, pelo menos, 15 anos de prática (isso sem contar a significativa experiência internacional de cada um de vocês).
        Acontece que não foi diretamente por isso que a promoção aconteceu. Na realidade, nada disso teria valor se não fosse, principalmente, pela humildade, simplicidade e qualidade da identificação e da fidelidade que vocês têm demonstrado para comigo durante todos esses anos e que não se limitam aos discursos. Ao contrário. Tudo ganha os aplicativos práticos que tal escolha voluntária demanda. Principalmente no que diz respeito à representatividade que discípulos com tais características devem ter em relação aos demais. Enfim, quero que saibam que, da minha parte, esse reconhecimento representa a renovação e o fortalecimento da minha aliança com vocês. Parabéns!


Está dito.
Mestre Ribas.
Santos, 21 de dezembro de 2010.



Site criado por Nilton Ribas Martins Júnior
Idealizador e fundador do Grupo Capoeira Santista