.


Capoeira na contramão da cultura

        Tenho falado muito para aos meus alunos que parece que vivemos em uma época não muito favorável para se ensinar e aprender capoeira e isso é algo muito sério, pois hoje em dia é massificado na maioria dos meios de comunicação um tipo de informação que depõe contra o processo ensino-aprendizagem. Por exemplo: o conceito do que é diversão e entretenimento em muitos programas de televisão e novelas, o conceito do que é liberdade, do que é família, o que é educação e disciplina, até do que é moda são muitas vezes veiculados com um caráter e gosto no mínimo duvidoso.
        Também por conta do imediatismo tão comum hoje em dia, onde um cidadão é cobrado a apresentar resultados rápidos na sua vida profissional, familiar ou sentimental, faz com que uma mudança de costume ou comportamento que antes levaria décadas para acontecer, aconteça em dois ou três anos. E isso pode atrapalhar o desenvolvimento de quem quer aprender capoeira.
        Isso sem contar que a violência que impera em todos os grandes centros urbanos não só tem inspirado muitos capoeiristas a descontar nas rodas todas as suas frustrações como também tem castrado a liberdade, por exemplo, das crianças e pré-adolescentes de brincarem ao ar livre em uma fase tão importante no desenvolvimento da criatividade, do lúdico e do convívio social (elementos imprescindíveis para a pratica da capoeira). Ou seja, parece que aprender capoeira, hoje em dia, é nadar contra a maré.
        Porém nem tudo está perdido, afinal de contas, a verdadeira capoeira sempre foi a contracultura em qualquer época em que ela possa ser estudada. Portanto é papel preponderante do mestre e educador revelar ao aprendiz, através da própria história, antiga ou contemporânea, a importância de discutir e refletir esses elementos para poder então resgatar alguns desses valores que estão hoje em desuso, e com isso preparar o terreno para o aprendizado e por outro lado, o aluno que realmente quiser evoluir dentro da arte, além da paciência, deve cultivar todos esses elementos que facilitarão o entendimento e o desenvolvimento da sua própria capoeira.


Está dito.
Mestre Ribas.



Site criado por Nilton Ribas Martins Júnior
Idealizador e fundador do Grupo Capoeira Santista