.


O valor da hierarquia

        A hierarquia e a graduação, hoje em dia, são elementos muito importantes para o crescimento do nosso Grupo, mas também pode causar situações desagradáveis e até polêmicas se não forem assimiladas da maneira adequada.
        Apesar de já ter sido tema tratado em textos anteriores, vou falar a cerca do valor e da representatividade da graduação e do graduado, entendo graduado aqui, como aquele que possui uma graduação, seja ela qual for.
        Para me fazer entender vou ilustrar o que quero dizer, fazendo algumas comparações. Uma nota de dez reais, por exemplo, amassada ou não, continua valendo dez reais! Para ela perder o seu valor, precisa estar faltando alguma parte dela, ou estar realmente em um estado muito ruim para que ninguém aceite, considerando que a nota é verdadeira!
        Agora, o que essa nota vai representar, já é outra coisa! Por exemplo: para essa nota representar alguma coisa para mim, primeiro ela precisa me pertencer e eu ainda considerar que preciso dela. Outra coisa é saber como vou usa-la, ou seja, se vou gasta-la com bobagens ou se vou investir, para que, amanhã ou depois, ela me de algum retorno.
        Portanto, de que maneira eu quero comparar esse caso com o assunto proposto?
        Simples. Vamos pegar uma situação como exemplo: dois (ou duas) capoeiristas com a mesma graduação de cordão verde-amarelo. O primeiro(a) treinou o suficiente para estar nessa graduação, porém não demonstra grandes pretensões com a capoeira e nem com o grupo. Não é um aluno(a) assíduo(a) e nem participa muito dos eventos promovidos pelo grupo. Já o(a) segundo(a), está treinando firme, é um(a) capoeirista atualizado(a) e é super atuante no grupo, participando de todos, ou da maioria dos eventos realizados. As duas graduações têm o mesmo valor, porém, é evidente que o segundo exemplo vai representar melhor o grupo, por estar treinando, estar atualizado(a) e ser atuante!
        Voltando ao exemplo das notas: para quem essa nota de dez reais vai ser mais importante: para um mendigo ou para um milionário?
        Muitas vezes é mais fácil vermos alguém de condições financeiras favorável dar muito mais valor a esses dez reais do que aquele que realmente precisa.
        Portanto turma, aí vai minha pergunta: onde está o tesouro de vocês? Não precisam me responder, mas reflitam para que a graduação ou a hierarquia não venham a ser motivo de confusão ou polêmica, ok?
        E para encerrar, uma dica:
        Graduados, calma! Vocês já foram iniciantes!
        Iniciantes, calma! Vocês serão graduados!

Está dito.
Mestre Ribas.



Site criado por Nilton Ribas Martins Júnior
Idealizador e fundador do Grupo Capoeira Santista